A violência do Estado brasileiro

A maior violência contra a vida das populações indígenas vem do Estado Brasileiro, o Judiciário, executivo e legislativo que estão com o poder de decisão nas mãos. Há pouco retorno do Estado brasileiro, que insiste em não acatar as demandas do povo Guarani e Kaiowá.

Uma das maiores violências praticadas pelo Estado Brasileiro é a não demarcação de terras indígenas. A retirada forçada de terras originalmente indígenas também fazem parte desta categoria. Não há incentivo, muito menos esforço em mudar essas escritas que já foram hierarquizadas nas esferas social, jurídica, política e moral. São inúmeras formas de genocídio e epistemicídio, uma negação de direitos, geográfica, identitária e criminalização do povo Guarani e Kaiowá, que segue de geração em geração